Além de ponto de passagem para o litoral norte catarinense – um dos destinos turísticos mais procurados do Estado -, Joinville também comemora a movimentação de turistas na cidade no período de férias.

A localização estratégica, a completa infraestrutura e as tarifas competitivas oferecidas pelos hotéis são atrativos para quem busca curtir férias com comodidade, praticidade e economia.

Além disso, as áreas urbana, rural e náutica de Joinville oferecem ao turista diversas opções de programas para quem aprecia história e cultura, compras, atividades em meio à natureza, esportes ao ar livre e excelente gastronomia.

Um dos locais mais procurados da cidade é o Mirante de Joinville, de onde é possível ter vista global da cidade, incluindo a área central, Baía da Babitonga e Serra do Mar.

Durante todo o dia, milhares de pessoas sobem a pé, de bicicleta ou com o ônibus da linha exclusiva, para conhecer um dos pontos mais altos de Joinville.

O casal Natasha Machado e Wesley Anders, de Foz do Iguaçu (PR), antes de seguir para a praia, fez questão de conhecer o Mirante. “Para nós, foi uma experiência diferente. É muito bonito poder observar toda a cidade”, comentou o instrutor de autoescola.

Já Natasha, destacou a organização e a decoração de Joinville: “A cidade está de parabéns. As pessoas se respeitam no trânsito e a decoração de Natal está linda. Quando voltarmos do litoral, pretendemos fazer uma nova parada aqui”.

Outro local emblemático da cidade é o Museu Nacional da Imigração e Colonização que recebe, diariamente, visitantes que buscam conhecer mais sobre a história e origens dos europeus que colonizaram Joinville.

Frequentadores de museus durante suas viagens, o casal de curitibanos Marceli e Edson Coelho resgatou suas memórias de família ao conhecer a Casa Enxaimel instalada no principal museu de Joinville.

“Estamos indo ao Rio Grande do Sul, mas decidimos parar em Joinville para fugir do trânsito da estrada. E a visita valeu a pena: relembramos nossas origens e nos surpreendemos com curiosos utensílios expostos aqui na casa”, contou o administrador de empresas.

Descubra Joinville

O público local e os turistas que chegam a Joinville podem obter dicas sobre o que fazer na cidade nas quatro Centrais de Atendimento ao Turista (CATs), localizadas no Pórtico da Rua XV de Novembro, no Morro da Boa Vista, no aeroporto e na Casa Krüger.

Além de fornecer informações, as CATs também ajudam a fazer o mapeamento dos visitantes. De acordo com registros desses pontos de atendimento, neste ano os principais emissores de turistas para Joinville são os Estados do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. Também foram registrados visitantes vindos do Amazonas, além de estrangeiros da Alemanha, Espanha e Suíça.

E para quem busca sugestões de programas para curtir férias em Joinville, as opções são diversas. Na cidade, além do Mirante, do Zoobotânico e dos museus, parques como o Morro do Finder, São Francisco, Parque da Cidade e Expoville, oferecem espaços para passeios, trilhas, brincadeiras e piqueniques.

Nas cinco regiões da área rural – Piraí, Quiriri, Estrada Bonita, Estrada da Ilha e Dona Francisca -, as opções incluem banhos de rio e cachoeira, parques aquáticos, passeios de trator, visitas a campos de flores, produtos coloniais e restaurantes com gastronomia típica germânica.

Já na área náutica, é possível fazer passeios de barco pela Baía da Babitonga, visitar comunidades de pescadores e saborear pratos à base de peixes e frutos do mar.

O roteiro completo de atrativos de Joinville pode ser conferido no Guia Turístico disponível no link https://goo.gl/dLO4nY.